Um blogue mal humorado, com aversão ao abominável modismo do "polìticamente correto" (hipòcritamente mal-resolvido). Blogue de um cético convicto, com a própria ortografia.

cartão de natal (e dinheiro público)

Recebi cartão de natal do senador Adelmir Santana, que juro que não sabia que existia e que representa o DF, pelo DEMo. Nascido em Nova Iorque, com I-QU, pois fica no Maranhão, foi eleito para o senado sem nenhum voto, vindo a ocupar a cadeira por ser o suplente do atual vice-governador do Detrito que FedeMal, construtor Paulo Octavio.

O cartão foi impressos com o símbolo do “Democratas”, ou seja, provavelmente com o fundo partidário que sai do orçamento que é coberto com nosso dinheiro. O selo foi pago pela franquia que os senhores senadores têm nos Correios para gratuitamente fazer propaganda, com o nome de “atender as bases eleitorais”.

Reforma política já. Eliminação das suplências no Senado que FedeMal (no mínimo). Correio boca-livre para todos. Gráfica de graça para todos.

E feliz natal para ninguém, que eu não suporto essa festa careta, mal copiada das  saturnálias romanas, da festa de Mitra, e de todas as outras festas de solstícios, quando os babacas do hemisfério norte tinham medo da noite mais longa do ano.

Mundo imundo.

Anúncios

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: