Um blogue mal humorado, com aversão ao abominável modismo do "polìticamente correto" (hipòcritamente mal-resolvido). Blogue de um cético convicto, com a própria ortografia.

Nosso cão gresso

O marido de uma amiga recordou, em conversa, que o falecido deputado Clodovil tinha um projeto de lei para redução do número de deputados, dos atuais 513 para 250.

Lógico que o projeto foi devidamente sepultado, quando da morte do deputado, em 2009. É bom, por sinal, ver que ele se ocupava com idéias mais sérias do que a maioria dos políticos que são eleitos e re-eleitos, a cada quatro anos, dadas a ditadura dos partidos políticos sob a qual vivemos há quase 25 anos e a falsidade decorrente do voto obrigatório.

Eu ainda aproveitaria para transformar o senado, que tanto asco nos provoca, em uma comissão, com um representante de cada Estado, cujo mandato de dois anos seria escolhido dentre os deputados da respectiva unidade federativa.

Vejam que economia: 250 deputados, dos quais 27 (10,8%) estariam encarregados das votações exclusivas do atual senado (sabatinas de indicados a cargos superiores do poder executivo, por exemplo)!

Mais economia:

  • sem veículos oficiais (existe o vale-transporte, oras),
  • sem moradias oficiais (aluguel, como era até 1960),
  • sem 14. ou 15. salários,
  • com pagamento de impostos por eles mesmos, e não pelos cofres públicos,
  • sem aposentadoria especial,
  • sem foro especial no julgamento dos crimes,
  • desconto dos dias não trabalhados,
  • e outras regras que fizessem dos deputados algo um pouco mais parecido com o que se espera de representantes do povo.

Sonho, claro, apenas devaneio de um brasileiro que abomina viver sob a ditadura dos partidos.

Outros brasileiros, a imensa maioria, estão preocupados com programas de televisão, com o time de futebol, com a “música universitária”, com o blá-blá-blá dos alvarás.

-=-=-

Ah, busquei no dicionário, e verifiquei que a palavra “gresso”, como esperava, não existe. Duas outras palavras, porém, assemelham-se muito a ela, inclusive no significado do “cão gresso”. Gressorial diz-se de pernas adaptadas para corridas – uma coisa muito comum em politicos. Gressório é sinônimo de fasmatódeo, um tipo de insetos tropicais e subtropicais.

Anúncios

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: