Um blogue mal humorado, com aversão ao abominável modismo do "polìticamente correto" (hipòcritamente mal-resolvido). Blogue de um cético convicto, com a própria ortografia.

Mania di hesqrever herado

Dá nojo ver certos “jornausinhos”,  que insistem em escrever errado, porque pensam que é bonito.

Pateo do Collegio e Theatro Municipal, a torto e a direito.

Nunca, porém, Santa Ephigenia, Campos Elyseos, Braz, Villa Izabel, Andarahy, e outras coisas do século XIX.

Tudo por conta da amaldiçoada Baía com H, que foi aceita em 1943, e que também faz com que politicalhos de prefeituras ignorem as regras da lógica, e continuem a escrever Bagé, Mogi, Sant’Anna, e outros anacronismos.

Se podem complicar, por que simplificar?

Se podem se fingir de “cultos”, para que estudar?

E por aí caminhamos, nós, os leitores dos “jornausinhos” que apóiam o des-acordo ortográfico, porque isso lhes dá dinheiro na venda de novas edições de dicionários, quando eles ainda não conseguiram aprenderam as regras básicas de ortografia dos topônimos.

Depois, essa gentinha “culta” quer nos fazer engoliar palavras como Beijing, Guandong, e outras coisas, porque desconhecem que em português existem Londres, Milão, Moscou, Varsóvia, …

Anúncios

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: