Um blogue mal humorado, com aversão ao abominável modismo do "polìticamente correto" (hipòcritamente mal-resolvido). Blogue de um cético convicto, com a própria ortografia.

cadastro

Já ouvi em várias ocasiões comentários contra essas lojas com falta de desconfiômetro, que querem fazer “cadastro dos clientes”, para depois inundá-lo de propagandas inúteis e indesejáveis.

No ano passado, fui comprar uma camisa para presentear um tio, e a loja queria fazer o tal cadastro. Eu respondi que não precisavam de todos meus dados, porque iria pagar em dinheiro, já que eles eram tão ranhetas para receber cartão. Insistiram que sem o cadastro “o sistema” (sempre ele, sempre o tal sistema) não poderiam fazer a operação. Simplesmente respondi que eu iria a outra loja no mesmo andar, bye.

Hoje quis comprar um livro, que estava em liqüidação (“oferta” para se livrarem dos encalhes que não tinham sido o sucesso de venda que eles imaginavam). Lá veio o vendedor com a história do cadastro. Simplesmente deixei o  livro em cima de uma estante e fui embora.

Será que eles dariam todos seus dados pessoais, se precisassem nos perguntar onde fica o banheiro mais próximo do shopping?

O tal mercado fede.

Anúncios

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: