Um blogue mal humorado, com aversão ao abominável modismo do "polìticamente correto" (hipòcritamente mal-resolvido). Blogue de um cético convicto, com a própria ortografia.

o tal GPS

Estou de carro novo, e na semana passada, para testá-lo, fui a Pirenópolis, para ver se ele iria ou não bater nas pedras da cidade, como o outro fazia.
Aprovado.

Aproveitei para usar o jêpêéci que vem acoplado.
Uma maravilha.
Já descobri que, na língua da mulher faladora, esquerda significa direita, e que direita significa vá em frente.
Deu ordens para entrar em uma fazenda (quem sabe cortava caminho, não sei…), e fazer o trevo no sentido para voltar para casa.
De resto, o mapinha até que está em ordem.
Bem melhor do que o que eu usava antes, de fabricação inglesa e montagem campineira.

Esta é a sexta vez em que comento sobre esse tema neste archaico blogue. Podem pesquisar na etiqueta-tag.

Tequinolojia é uma coiza muinto bôa.
A jêntchi só prissiza çabê intendê.
De qualquer forma, os portulanos medievais eram mais precisos.

Anúncios

Comentários em: "o tal GPS" (1)

  1. Já tivemos experiências semelhantes. Que bom ouvir você contar pois, com minha autoestima lá embaixo, sempre achei que o problema era meu.

    Curtir

Os comentários estão desativados.

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: