Um blogue mal humorado, com aversão ao abominável modismo do "polìticamente correto" (hipòcritamente mal-resolvido). Blogue de um cético convicto, com a própria ortografia.

Banheiros

Acho curiosa a “tendência” dos imóveis residenciais, feita por arquichatos cheios de excrementos nas idéias, de ocupar uma significativa parte dos apartamentos (e casas) com os banheiros.

Um apartamento de quatro quartos, em média, tem cinco ou seis banheiros, incluído o tal lavabo. A metade, é claro, seria suficiente.

O desperdício de área útil é impressionante!
O desperdício de material hidráulico vem embutido no custo da construção.
O desperdício de dinheiro para a manutenção dessas áreas também é elevado, pois nos super-mercados material de limpeza custa mais caro do que comida.
O desperdício de água para a limpeza é alto, pois mesmo sem utilidade, é necessário limpá-los regularmente.

Privacidade (para combinar com privada) em excesso. Ninguém na família pode usar o mesmo “espaço de meditação” que outra pessoa.
Antigamente, casas eram construída com apenas um banheiro, cinco ou mais pessoas nelas viviam, e todas se respeitavam. Havia um arranjo entre os moradores sobre precedência e horários para uso do cômodo. Não era por conta desse único banheiro que os casais se separavam, ou os filhos brigavam com os pais e iam morar fora.

Hoje em dia, existem apartamentos do chamado “alto padrão”, em que até mesmo a suíte do casal tem “o banheiro do marido e o banheiro da marida”. Juro que não consigo entender a lógica. Alguma coisa está equivocada nessa empurroterapia banheirística das construtoras e dos arquichatos.
Claro que, por conta desses equipamentos, as construtoras cobram muito mais do que se fosse uma planta mais convencional, sem tantas instalações hidráulicas.
Pior que os compradores não têm coragem de falar sobre isso com os corretores de imóveis. Seria perda de status.

Eu sugeriria que a área desperdiçada com tantos sanitários fosse aproveitada com mais espaço para os quartos, com mais espaço para a cozinha (que não é sinônimo de corredor, como ainda pensam alguns arquichatos com conceitos da década de 1960), com espaço para mais uma sala.

Por falar em privacidade, fica uma pergunta: no trabalho, na escola ou na rua (e shopping centers), essas pessoas têm banheiros exclusivos para si?

ATTB

Comentários em: "Banheiros" (1)

  1. Uma vez fiz um projeto para um casal que queria dois vasos sanitários no banheiro do casal….acho que era para “discutir a relação” no local adequado!!!!

    Curtir

Os comentários estão desativados.

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: