Um blogue mal humorado, com aversão ao abominável modismo do "polìticamente correto" (hipòcritamente mal-resolvido). Blogue de um cético convicto, com a própria ortografia.

Arquivo para quinta-feira, 6 março 2014

Verdades absolutas

Há algumas coisas no mundo de hoje que são verdades absolutas, incontestáveis.

A primeira delas é o concurso de Miss Universo, algo que, em importância, talvez só possa ser comparado ao Festival da Canção de Viña del Mar.

Logo a seguir vem a entrega do prêmio Oscar, para os filmes mais lobotomizados (ou seja, que tiveram muitos lobbies) da temporada.

Outro prêmio cuja seriedade e imparcialidade é indubitável são os prêmios Nobel, sobretudo o de paz, guerra, terrorismo e guerrilha.

Por fim, mas não em último lugar, a famosa neutralidade suíça, que começou quando eles tentaram ocupar Milão e foram fragorosamente derrotados (batalha de Marignano, 1515), o que levou a nação helvética a preferir encolher o rabo entre as pernas e rosnar de pacifista e neutra desde então. Além disso, a Suíça teve a “neutralidade” pràticamente imposta pelas potências participantes do Congresso de Viena (1815), depois de o território alpino ter sido usado como base de penetração das tropas de Napoleinho I, o ditador corso que azucrinou a Europa (e a América) no início do século XIX.

Eu é que não duvido da seriedade desses pilares da sociedade. Também creio em papai noel, coelhinho da páscoa, eleições livres, cartomantes, etc..

Nuvem de tags