Um blogue mal humorado, com aversão ao abominável modismo do "polìticamente correto" (hipòcritamente mal-resolvido). Blogue de um cético convicto, com a própria ortografia.

blogs e sites

Confesso que tenho certa resistência a visitar blogues.

Motivo: 99,98% estão desatualizados.

Motivo desse motivo: blogues são de graça…

Então, se der preguiça no autor, simplesmente se deixa de inserir qualquer artigo. Así de simple.

Sites, como são pagos, exigem que o autor tenha a preocupação de estar atualizando o conteúdo, já que também atualiza o aluguel da página.

Tive certa vez um site coletivo, com outros amigos. Gente que deveria falar de fotografia, de patrimônio artístico, de literatura, e de tatuagens.
Durou algum tempo: o tempo em que, por problema de bloqueio de minha senha bancária, não pude pagar o boleto enquanto viajava.
Pedi a esses “sócios” que um deles auxiliasse com a urgência necessária.
Vocês participaram da vaquinha para pagar o “resgate” do site? Claro que não tinham sido informados ou convidados para isso, mas acredito que teriam participado dessa ajuda momentânea de que eu necessitava, até poder regressar ao Brasil e recadastrar meus dados no sistema bancário.
Não foi o que os “amigos” fizeram.
O site simplesmente saiu do ar, e ninguém teve a “vaga lembrança” de salvar os arquivos antecipadamente. Nem mesmo o “garoto de programa” que era pago para cuidar da diagramação da página.

Tenho uma lista de blogues que gostava de visitar. Às vezes percorro-os e vejo, com desapontamento, que há alguns anos estão lá, esquecidos pelos “donos”.

Já tive anteriormente um outro blog, em outro hospedeiro, que tratava de assuntos mais profissionais.
Preferi desativar e abrir este novo, aqui no WordPress, que já existe há alguns anos.
Abri também o outro, apenas para comentários de livros, que anda meio “largado”, porque estou no momento com quatro livros em leitura, além do que são mais profundos do que os meros registros de notícias requentadas da infernet. Enquanto não terminar a leitura de um deles não dá para inserir algo novo naquele blogue.

Por que escrevi isso?
Porque acabo de percorrer a lista dos “meus favoritos” e observei que continuam parados no tempo e no espaço, no aguardo de algum choque inter-galáctico que destrua os computadores onde parasitam.

Schade, como dizem os alemães. C’est dommage, no falar de seus irmãos carolíngios da outra margem do Reno.

Anúncios

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: