Um blogue mal humorado, com aversão ao abominável modismo do "polìticamente correto" (hipòcritamente mal-resolvido). Blogue de um cético convicto, com a própria ortografia.

Desunião européia

Os jornais do mundo todo estão assustados, porque a “extrema-direita” e a “extrema-esquerda” (seja lá o que venham a ser essas definições) ganharam assentos na casa de mãe joana que é o parlamento europeu (que fica em Strassbourg, na Elsass, e não em Bruxelas, no Brabante, como alguns de-formadores de opinião escrevem).
Os eurocéticos avançaram em todos os lados, sobretudo no Reino Desunido da Escócia, Inglaterra e alhures.
Os separatistas catalães e bascos ganharam, mas ficam isolados.
etc.,etc., etc..

Já dizia há bastante tempo minha amiga greco-raqueliana que essa tal União Européia, esse tal de euro, e outras coisas mais, fundamentadas por teóricos e utópicos, não ia dar certo.
Gregos ortodoxos ainda colocam moedas nos olhos de mortos, tal como faziam os ante-ante-antepassados há alguns milênios. Não iam se sentir à vontade com moedas de euro, no lugar das velhas dracmas.

Portugueses, espanhóis e gregos, além de irlandeses, ficam zangadinhos quando expostas suas barbaridades orçamentárias, de welfare state escandinavo em economia de terceiro mundo.

Como sempre pensei:

1. Euro deveria se restringir a ser moeda de alguns países carolíngios, com eventual tradição protestante, sem se espalhar para antigos reinos católicos ou ortodoxos do Mediterrâneo;

2. Crescer para o Leste, como a dona Alemoa Merkel fez, em expansionismo gritante, desandou a receita do bolo, e ainda por cima criou todos os problemas que vemos agora na Ucrânia e arredores.

Não dá para querer andar depressa com o andor.

Estavam indo bem, no compasso devagar de antes. Quiseram correr, e pular etapas, deram com os burros n’água.

Espero que os mercossuínos tenham percebido que, do lado de cá do Atlântico, a união fracassou rotundamente. Melhor desmontar tudo antes de começarmos a pagar despesas extraordinárias de um inútil parlamento do mercosul.

 

 

 

Anúncios

Comentários em: "Desunião européia" (1)

  1. […] em dia, com o “avanço da extrema-direita” na Europa, o que se observa é que ele é apenas uma reação – normal, até certo ponto – de uma […]

    Curtir

Os comentários estão desativados.

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: