Um blogue mal humorado, com aversão ao abominável modismo do "polìticamente correto" (hipòcritamente mal-resolvido). Blogue de um cético convicto, com a própria ortografia.

Sandálias Havaianas – comoção mundial

Escrevi, ontem, de gozação, um e-mail para uns amigos, e vejam o que aconteceu:

Há muito tempo, literalmente no século passado, comprei um par das legítimas sandálias as baianas.
Daquelas de cor bege, e tiras pretas.
Não lembro direito, mas acho que comprei nalguma feira.
Usava só para ir do quarto ao banheiro ou à cozinha.
Pois hoje, de repente, uma das tiras quebrou.
Quebrou! Não soltou a tira, que dava para colocar um clip embaixo e remendar. Quebrou!
Será que a fábrica me dá uma reposição?
Não quero comprar outra, porque essas de hoje em dia, coloridas, vendidas em boutique para gringo, devem estragar em dois dias…
Sabe como é, essas coisas modernas não duram tanto quanto as antigas.
Qual sua experiência a respeito do assunto?

Respostas:

  1. Quanto preguinho coloquei quando a parte de baixo se rompia.
    Atualmente uso Ipanema, pois tem a sola mais fina…….com as Havaianas eu tropeço muito. (Vecchiaia) (amiga no interior de SP)
  2. Pelo amor de Deus, que estória é essa de colocar clip para remendar? Tá ficando velho é?
    Olha, concordo. Hoje não duram nada. São mais bonitas, caras e não duram tanto. Acho que a reposição vai ser difícil. (amiga em Santos)
  3. Essas antigas são ótimas até que tenha que usar um clips ou furar com um prego.
    Costumava, quando muleke, virar a sola pra parte de cima e a branca colocava pra baixo. Kkk…
    Lembrando, vc talvez consiga comprar as chinelas baianas nesses mercadinhos bem fuleiros de cidade do interior.
    Essas são das mais mió de bão. (amigo em Goiânia)
  4. Tenho algumas do atual século em casa, amigos e parentes brasileiros que me visitam às vezes trazem (parece que virou presente da moda). Uso pouco mas pelo que vejo as baianinhas mantêm a qualidade. Cuidado para não comprar a versão chinesa.  (amigo em Londres)
  5. minha experiência com as havaianas também não são das melhores.
    geralmente escapam do buraquinho ou quebram.
    quando vou à piscina do sesc e passo por aquela poça d’água lava-pés, ela gruda no chão, devido à pressão e às vezes arrebenta.
    ou você acha que é devido ao jeitinho de eu andar, na pontinha dos pés como a gisele bundchen? (amigo em São Paulo)
  6. do século passado, chega. ressecou. Tem umas bonitas, vai numa loja grande ou vem aqui na loja da Oscar Freire, tá? (amiga em São Paulo)
  7. Minha primeira havaiana , era toda rosa..e apenas o lugar de colocar o pé era branco! Eu Tinha 10 anos e chorei quando uma priminha de 6 anos calçou, foi com ela para a praia em frente a minha casa……e perdeu. Ô dó!!!!!!!!!!!!!!!! (amiga na Bahia)
  8. Eu compro as minhas nos bolichos da vida por 10 real. (amigo no RGS)
  9. Nas feiras livres vendiam peças de reposição. Daí é só trocar a tira. (amiga no Chile)
  10. Eu comprei uma dessas modernas, as famosas havaianas de salto. Só uso em casa e um dia desses, sem esforço algum, soltou a tira…na hora o que pensei foi: e se estivesse na rua???? Estou com você, as “mudernas” não duram tanto quando deveria… (amiga na Argentina)
  11. Eu tenho algumas modernas, mas só uso quando vou à praia.
    Em caso, gosto de usar alpercatas artesanais de couro porque tenho muito calor nos pés. (amigo em São Paulo)

Nunca imaginei que um par de chinelos fosse dar tanto assunto.

Você também pode relatar sua experiência, antes de eu me decidir sobre o que fazer?

Anúncios

Comentários em: "Sandálias Havaianas – comoção mundial" (3)

  1. as modernas não duram tanto mesmo. compre em supermercado, lá tem modelos antigos e mais barato

    Curtir

  2. Temos, eu e e o maridão, havaianas (que segundo contou meu pai deveriam chamar-se “japonesas”, mas estávamos em guerra… e o Tio Sam apelidou de havaianas) compradas há vários anos e estão perfeitas, a não ser o desgaste traseiro, na parte do calcanhar… Mas as do maridão são daquelas (ainda!!) brancas com tiras verdes e as minhas são de uma cor só: cor-de-rosa (sure…). Ambos os pares foram comprados, salvo melhor juízo, em supermercados. Não devem ser tããããão resistentes como as de Vossa Senhoria, mas aí já seria pedir demais, não é?

    Curtir

  3. Existe um pequeno mercado perto de casa? Um botecão que venda tudo? Um lugar obscuro, mas simpático, onde você vai quando não há outra saída? É lá que suas tiras sobressalentes vão estar, junto com um Ki-Chute novinho em folha

    Curtir

Os comentários estão desativados.

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: