Um blogue mal humorado, com aversão ao abominável modismo do "polìticamente correto" (hipòcritamente mal-resolvido). Blogue de um cético convicto, com a própria ortografia.

Despedida da vida política

“Eu tenho um arrependimento, até fazendo um mea-culpa. Penso que é preciso proibir que os ex-presidentes ocupem qualquer cargo público, mesmo que seja cargo eletivo. Nos Estados Unidos é assim, e eles passam a ter uma função que serve ao país. Então, eu me arrependo. Acho que foi um erro que eu cometi ter voltado, depois de presidente, à vida pública.”

José Sarney, despedindo-se do Senado.

Acho que o exemplo dos Estados Unidos é pouco.
No caso do Brasil, políticos deveriam ser enterrados vivos – com todos os assessores e parentes, é claro.
Ou seria mais interessante estabelecer guilhotinas em praças das capitais?
Fuzilamentos em estádios acho pouco emocionantes.

Anúncios

Comentários em: "Despedida da vida política" (1)

  1. Bom, pra quem (politicamente) não deveria ter existido, Sarney bem que poderia seguir calado para o silêncio de onde nunca deveria ter saido.

    Curtir

Os comentários estão desativados.

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: