Um blogue mal humorado, com aversão ao abominável modismo do "polìticamente correto" (hipòcritamente mal-resolvido). Blogue de um cético convicto, com a própria ortografia.

Arquivo para segunda-feira, 27 julho 2015

Astralha

Li uma notícia de que o governo da Austrália prendeu um cidadão (australiano) que tinha ido à Síria ajudar os “coitadinhos” dos islâmicos.
Para eles não tem chororô.
E vale a regra de: quem quer ser australiano que se comporte como tal.
.
No mesmo dia, recebi uma mensagem de propaganda de vôo para Sydney.
Fui olhar o site de vistos e, surpresa:
Qualquer pessoa, de qualquer lugar do mundo, precisa de visto para entrar lá.
 .
Não é aquela avacalhação de que haitiano, senegalês ou congolês, boliviano ou venezuelano, sírio “refugiado” ou europeu desempregado, podem entrar assim sem mais nem menos, só para viver de favor.
E não fica aquela conversa mole de que turista é importante. Basta ver a situação da Grécia (e do Ceará)…
.
Sabe o que acho interessante:
Igual a um certo paìszão do outro lado do mundo.
.
O que será que deu errado?
Os presos daqui têm mais regalias do que os presos de lá. Deve ser isso. Ninguém cumpre pena – só o Marcos Valério e a mulher que era presitonta de banco.
Até a Jorgina (lembram dela? aquela doINSS) saiu pela porta da frente.
.
“Astrálha” é aqui.
Lá é Austrália.

Nuvem de tags