Um blogue mal humorado, com aversão ao abominável modismo do "polìticamente correto" (hipòcritamente mal-resolvido). Blogue de um cético convicto, com a própria ortografia.

Bondes e Uber

Ontem, ouvindo a BandNews Fluminense, um professor de História contou que quando ocorreu a inauguração, no Rio, dos bondes puxados por burros, o “sindicato” dos donos de carruagens e tílburis veio com uma papelada para impedir a viagem.
Pedro II, que ia viajar no bonde, simplesmente pegou os papéis, pôs no bolso do casaco, e literalmente mandou tocar o bonde.
Hoje em dia nossos governantes colocam outras coisas em seus bolsos (meias, cuecas, …), e além de colocarem também outras coisas em nós, pagadores de impostos.
Maldita quartelada de 1889.

Ah, o professor também contou que os bondes eram americanos, e os burros vinham de Sorocaba, pois os burros cariocas eram preguiçosos demais para puxar a máquina.

Mais tarde, quando os burros começaram a ser substituídos por bondes elétricos, houve de novo protestos, inclusive com Machado de Assis do lado dos que queriam a manutenção dos animais na frente e dentro dos veículos.

Qualquer semelhança com a briga Uber e táxis, hoje em dia, não é mera coincidência.

Anúncios

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: