Um blogue mal humorado, com aversão ao abominável modismo do "polìticamente correto" (hipòcritamente mal-resolvido). Blogue de um cético convicto, com a própria ortografia.

Propagandas de turismo

O Brasil está indignado  com a atitude de há-trêtas e de turistas, que ab-usam do clichê de turismo sexual no Rio de Janeiro, agora durante as piadas de 2016.

Bem, quem foi que durante décadas, décadas e décadas exibia como cartazes de propaganda paisagens de bundas, bundas e mais bundas, desfilando nas praias ou no carnaval, ou nas ruas? Rio de Janeiro e Nordeste eram sinônimos de turismo sexual.

Certamente não foi a Noruega, nem a Índia, nem o Níger.

Bastava entrar em uma agência de turismo, de passagens aéreas, em uma embaixada ou um consulado brasileiro, e o que se via era a “exuberância” da “paisagem natural”.

O turismo colhe o que plantou. Prostituição, pedofilia, tráfico de pessoas…

Obrigado, dona Embratur, por ter colocado o Brasil na mira dos tarados.

Difícil é agora convencê-los de que os valores do país evoluíram.

 

 

 

Anúncios

Comentários em: "Propagandas de turismo" (1)

  1. […] via Propagandas de turismo — Boppë: de um pólo a outro […]

    Curtir

Os comentários estão desativados.

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: