Um blogue mal humorado, com aversão ao abominável modismo do "polìticamente correto" (hipòcritamente mal-resolvido). Blogue de um cético convicto, com a própria ortografia.

Posts marcados ‘diplomacia’

pás e guerra

Pás e Guerra (famoso livro de Tolstói, sobre carroças bélicas atravessando a neve russa na luta contra o invasor ditador napoleinho) é o tema do Natal de 2016.

Afeganistão, Iraque, Síria, Israel, Turquia, Alemanha, e até a pacata Suíça.

Só para ficar na Eurásia…

Viva o multiculturalismo da alemoa e do obaobama.

Feliz 2017.

Ah, ainda faltam 10 dias para o ano novo começar…

 

 

acordo Colômbia farcs

Os tão bem comentado acordo ontem assinado em Havana, entre o governo da Colômbia e o grupo guerrilheiro/terrorista chamado farc, para mim cheira uma reedição dos acordos de Paris, assinados em 1973 pelos Estados Unidos e os Vietnãs.

As conseqüências foram sentidas dois anos depois.

 

 

Putin fala sobre o ISIS

Ban Ki-Mun

Ki-Munzinho, o burocratazinho-mor na chefia do secretariado-geral da ONU, participou ontem, em Times Square, Nova York, do Dia Internacional da Ioga.

Deve estar sobrando tempo. Afinal de contas, não há massacres no Oriente Médio, não há problemas de refugiados no Mediterrâneo e no Sudeste Asiático, não há escravidão nem mutilações na África, não há ditadores corruptos pelo mundo afora.

Como é linda a vida de nababo do maior cabide de empregos do mundo.

Essa tal diplomacia multilateral tem levado o mundo à estagnação e a perdas de vidas.
Você vê utilidade no merdoçul? na o.nú? na oea? no tribunal internacional? na unescú? em mil e um organismos que servem apenas para dar emprego a conchavados e nunca apresentam soluções, pois isso representaria o fim da boquinha, do turismo pago pelos outros, e coisas do tipo.
Assembléia desses organismos é pior do que reunião de condomínio, que só serve para atas inúteis, que não registram as brigas entre os vizinhos, e ainda aparece com a cobrança de taxas extras.

Pena que não aconteceu com ele o mesmo que ocorreu com um surfista brasileiro no início do ano, ao plantar bananeira. O mundo seria aliviado. O surfista era um atleta, e mesmo assim aconteceu o acidente. Na vida do SG-ONU apenas há tretas.

Genocídio Armênio

Por que não podemos ignorar nem esquecer o genocídio armênio:

 

http://genocidioarmenio.com.br

 

Temos pois de lamentar a omissão de países como Estados Unidos, Israël e Brasil.

 

 

Secretário-Geral da ONU

  • Trygve Lie (norueguês) ————-1946 1952
    (renunciou com impasse durante Guerra da Coréia)
  • Dag Hammarskjöld (sueco) ——–1953 1961
    (morreu em acidente aéreo mal explicado, durante descolonização da África)
  • U Thant (birmanês) —————–1961 1972
    (funcionou; não cedia às pressões das potências)
  • Kurt Waldheim (austríaco) ———1972 1982
    (genocídio em Burundi; nazistão cujo maior trabalho foi escritórios em Viena)
  • Javier Pérez de Cuéllar (peruano) -1982 1992
    (mais atuante no Peru do que na ONU)
  • Boutros Boutros-Ghali (egípcio) —1992 1997
    (guerra civil em Ruanda, e em Angola, genocídios na Iugoslávia)
  • Kofi Annan (ganense) —————1997 2007
    (guerra civil em Ruanda, invasão do Iraque; manteve atividades políticas)
  • Ban Ki-Mun (sul-coreano) ——— 2007 – até hoje
    (burocratazinho que não fede nem cheira)

Resta a pergunta: vale a pena tantos organismos internacionais chupando dinheiro, e pagando salários bem altos, para tão poucos resultados?

Ah, claro, dá status

Hilária

Aquela pré-candidata a ditadora do mundo reconheceu que “teria sido melhor e mais inteligente”…
e por outro lado
“para diversos analistas políticos a política deve ser utilizada para a oposição republicana na campanha do ano que vem,
sublinhando que Hillary não é transparente e que os Clintons acham que os regulamentos para todos não se aplicam a eles.”

Ela deveria ter ficado no Arkansas, falsificando documentos de propriedade para fazer loteamentos irregulares, como era sua ocupação antes de ter começado a viajar pelo mundo, para levar o caos para os países do “inferno da primavera árabe“. Se Bushinho errou ao invadir o Iraque, Mrs. Clinton piorou muito o mundo com suas ações na Líbia, Tunísia, Egito, Síria, …

O pior é que ela deve ser achar muito engraçadinha, hilária…

Nuvem de tags