Um blogue mal humorado, com aversão ao abominável modismo do "polìticamente correto" (hipòcritamente mal-resolvido). Blogue de um cético convicto, com a própria ortografia.

Posts marcados ‘Goiás’

Tripadvisor

Tripadvisor, o pior conselheiro que alguém pode ter sobre viagens e passeios no Brasil.

Já escrevi sobre isso em outro blogue várias vezes, mas acho necessário colocar aqui também, para maior divulgação.

Estive na cidade de Goiás, no final de março, por conta das festas religiosas de Semana Santa, que são parte do patrimônio cultural do Brasil.
Fiz também incríveis passeios pela Serra Dourada (que não é o estádio em Goiânia), e por uma trilha que é parte da Estrada Colonial, usada por bandeirantes e escravos no século XVIII.
Gostei muito dessa estada (esta foi a quinta vez em que fui à cidade de Anhangüera, da poetisa Cora Coralina e da artista plástica Goiandira do Couto), e depois quis dar uma olhada nas tripas aí vai sô, para voltar em maio ou junho, e talvez buscar outro lugar para hospedagem, mais próximo à cidade.

O que me chamou a atenção, porém, não foram as alternativas, mas os erros grotescos do site. Típicos de quem só faz turismo no ar condicionado de uma avenida de São Paulo.

Uma das alternativas de hospedagem que o site dá fica na Vila São Jorge, Alto Paraíso, Chapada dos Veadeiros, no nordeste do Estado, distante quase 500km da cidade de Goiás, que fica no oeste.

google maps São Jorge – Goiás

Outra alternativa é um hotel em Caldas Novas, no sul goiano, a mais de 300 km.

google maps Caldas Novas – Goiás

Fora esses “detalhes”,  vi que o Centro Histórico da cidade de Goiás está com o mapa do centro de Porto Alegre – RS !!!! RS de Rio Grande do Sul, não de risos, porque é para chorar…

Vi também que eles indicam um museu que, pelo CEP 78790, fica em Itiquira, Mato Grosso!

E sugerem visita ao teatro São Joaquim, que foi demolido por não fazer parte das construções tombadas pelo IPHAN e pela UNESCO!

Como não é primeira vez que “cometeram um equívoco”, nem será a última, melhor alertar o maior número de pessoas:

TripAdvisor é roubada!

Já fui parar em uma loja de roupas infantis, seguindo as dicas de restaurante em Brasília.

Eles insistem em elencar como opção de hospedagem em Brasília um hotel que está abandonado e virou antro de “movimentos sociais”! Até já mandei links com notícias relativas a isso, mas claro que as sumidades do turismo não se deram ao trabalho de checar. Provàvelmente estavam ocupados/as  com algum site de relacionamento, como o tinder.

Fiz day use em um hotel e não publicaram meu comentário elogioso, pois não tinha me hospedado, apesar de essa modalidade de utilização ser parte da propaganda do estabelecimento.

Dentre dúzias de outros erros grotescos. que resumi algumas vezes:

https://bocadeconsumidor.wordpress.com/2015/09/26/tripadvisor/

https://bocadeconsumidor.wordpress.com/2015/10/24/trip-advisor-2/

https://bocadeconsumidor.wordpress.com/2015/10/26/trip-advisor-3/

https://bocadeconsumidor.wordpress.com/2015/10/27/trip-advisor-4/

https://bocadeconsumidor.wordpress.com/2016/01/19/trip-advisor-o-pior-advisor-que-alguem-pode-usar-macieo-e-chez-michou/

https://boppe.wordpress.com/2014/05/10/guias-para-turistas/

Se a equipe do ar condicionado acredita que o mundo se resume às compras que faz em “meame” ou no panamá, às praias de ibiza, ou passeios pela poluição violenta das metrópoles carioco-paulistanas, por favor, deixem que pessoas mais interessadas em viagens cuidem do site.
Para essas desprezíveis pessoas, São José dos Campos, São José do Rio Preto, e São José do Vale do Rio Preto, devem ser tudo a mesma coisa, né mermo?

Para que se preocupar em consultar outras fontes de informaçção e checar o LIXO que fazem, misturando tudo.

E que parem de dar respostinhas padronizadas, de quem sequer teve a intelijumência de entender o que foi escrito na observação sobre as falhas. Só demonstra, mais uma vez, a falta de conhecimento para se qualificar para esse trabalho. E basta de se protegerem atrás da hipocrisia da “correção política”.

gente burra e arrogante

a equipinico do tripa aí vai sô é um grande exemplo dessa laia.

 

Anúncios

Cidades históricas

Cheguei a uma conclusão importante nesta viagem por automóvel (3.800 km) que concluí na última sexta-feira:
estou saturado de visitar cidades históricas.

Paravocês, que antes era um lugar paradisíaco, que eu sempre visitava, tornou-se um esgoto humano a céu fechado depois que inventaram a tal feira internacional de autores esquerdopatas. Os traficantes, via Partido dos Trambiqueiros, tomaram conta da cidade, e na última vez em que passei por lá, não tive coragem sequer de ir ao hotel. Dei meia volta e fui embora. Antes a cidadezinha se chamava paramim, agora pode ser paravocês, se quiserem.

Barbacena tem algumas igrejas antigas espalhadas no centro, mas pràticamente nenhum casario antigo.

São José del Rei, também conhecida como Odontólogo, antes era a cidade das minas restritas que eu preferia. Fui lá esta semana, depois de ter acontecido a feira gastronômica, e fiquei entediado. A entrada da cidade foi tomada por falsidades históricas (como o homenageado). O centro perdeu a cara de vila, com aquela “rodoviária”.

São João del Rei nunca foi das que tivessem grande interesse. Acho que o túmulo do avô do Aécio é a principal obra de arte.

Congonhas do Campo (homônima do paulistano campo de pouso de cãogonhas) nunca foi de minhas predileções. As estátuas do Aleijadinho têm todas a mesma aparência. O Niemeyer do século XVIII.

Sabará era minha favorita, mas hoje em dia é apenas um suburbão pobre e feio de Nossa Senhora da Boa Viagem da Serra do Curral, também conhecida como BH (bósnia herzegovina, não beverly hills).

Sempre gostei mais de Mariana do que da vizinha Vila Rica. Esta última tem aquele cheiro de vômito de universitário bêbado impregnado nas pedras das ruas. Mariana está ligeiramente melhor.

Rei Luís do Maranhão é assustadoramente fedorenta, com cheiro de mofo misturado com cigarro artesanal jamaicano. Deve ser por conta da dinastia dos sarnentos que depois ocuparam o lugar.

Hórrórósa Situação Para Se Construir Uma Vila, vizinha de Ressífilis, a Venérea Brasileira, foi uma abominação que visitei uma vez, para nunca mais voltar.

Dessas cidades do Leste (Norte e Çul), faltava conhecer Diamentira, que é uma Rei Luís elevada à Olindésima potência. A impressão que dá é que aquelas pedras na rua foram colocadas por algum prefeito interessado em lucrar como turismo. Não duvido que Kudicheques, que lá nasceu e depois espalhou pelo país a corrupção das grandes empreiteiras, tenha lá experimentado a inauguração de obras para enganar bobos (povo).
Achei simplesmente deplorável, a mistura de paisagens antigas com o resto da cidade, do tipo a foto de Manhuaçu com cara de traseiro mal lavado, aqui no post.

Manhuaçu-MG_20150828

Ainda prefiro a Pirenópolis dos Candangos e a Vila Boa de Goiás. Elas têm mais jeito de cidades históricas, e têm restaurantes que vão além da pizza e do peixe de supermercado.
Viva o Centro-Oeste. O Leste não está com nada.

Só farei de agora em diante viagens que incluam passeios a lugares históricos no Languedoc.
O resto para mim será resto.
Sobretudo aquela tal de Cuscuz com sua Macho Picho.
Por isso, desisti de conhecer Cartagena de Índias, que além do que fica na Colômbia, e não na Índia.

Desligado

Passei uns dias desligado do mundo, no interior daqui de Goiás.

Um lugar onde o telefone amebular não funcionava, onde não tinha acesso à chamada rede mundial (a infernet).

Foi muito bom.

Constatei aquilo de que sempre tive certeza: tecnologia não traz felicidade. Muito menos gadgets, ou seja, as tralhas electrónicas.

Direita, volver

Deputados federais mais votados em alguns Estados:
Ceará – Moroni Torgan – delegado da Polícia Federal que lutou contra o tráfico de drogas – DEM – 277 mil votos (6,36%)

DF – Fraga – policial militar, que comandou a campanha contra o desarmamento proposto pelos que não desarmam bandidos – acabou com a máfia das vans no DF – tem como propostas mudar as leis contra os dimenó e fazer presos serem obrigados a trabalhar – DEM – 155 mil votos (10,66%)

Goiás – Delegado Waldir – policial civil, conhecido por prender também grávidas e cadeirantes envolvidos no tráfico de drogas; projetos semelhantes ao de Fraga (DF) – PSDB – 274 mil votos (9,06%)

Goiás – senador Caiado – chefe dos ruralistas de todo o país – contra os baderneiros do MST – DEM – 1,283 milhão votos (47,57%)

Pará – Delegado Eder Mauro – chefe do grupo de polícia da região metropolitana de Belém – PSD – 265 mil votos (7,08%)

Rio de Janeiro – Jair Bolsonaro – militar – 464 mil votos – PP – 464 mil votos (6,10%)

Rio Grande do Sul – Luiz Carlos Heinze – chefe dos ruralistas do RS – PP – 162 mil votos (2,76%)

São Paulo – que vergonha – primeiro Ruimssomano, Tiririca, e depois, em terceiro, Marco Feliciano, o hiper-conservador – PSC – 398 mil votos (1,90%) (tinha tido 212 mil em 2010)

Resumindo: existe um desejo de boa parte do eleitorado em votar em candidatos conservadores, que não venham com essa conversa mole de “direitos humanos” e de passar a mão na cabeça dos traficantes, dos assassinos e dos baderneiros em geral.

O que falta, na verdade, é um autêntico partido de direita.

DEM do mensalão do Arruda e PP do Maluf estão muito longe disso.
E outros que se auto-denominam de direita são apenas liberalistas que querem pagar menos impostos, e isso é apenas uma postura econômica, mas não social.
Chega dessa conversa mole de que “minoria” é maioria.

E o ex-presidente THC que vá fumar seu fuminho.
Ele ainda não descobriu que o Brasil é maior do que o Sudeste. (e que não foi ele o presidente do Plano Real, mas Itamar – ociólogo não é economista – THC era apenas o político que coordenava os economistas do Ministério da Fazenda)
Nota curiosa: o único município paulista onde Alckmin não ganhou para governador foi Hortolândia, onde fica o presídio que comanda a bandidagem no interior do Estado. Sabem como é, as mulheres que carregam celulares para os maridos ainda não estão presas.

Enquanto isso, a “esquerda” só fala de casamento gay (ué, casamento não era uma instituição falida, deixar / receber herança não é coisa do capitalismo decadente?), fala de direitos de cotas, de minorias, de indenizações a bandidos, em “ressocialização” e coisa e tal.

Por sua vez, a população tem de conviver com incêndios de ônibus (e creches!) em Santa Catarina, com arrastões no clube da USP, onde todo sábado de manhã as pessoas vão treinar vôlei, basquete, etc. Assalto realizado por 10 “dimenó”e só 2 “dimaió”.
Quem lideravam todo o bando, era o mais agressivo e bateu em duas moças com tênis e coronhadas?
Um menino de 8 anos, SIM 8 ANOS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! que liderava!!!!!!!!!!!!! o grupo. Todos tinham medo dele. Até os dois dimaió de mais de 20 anos bateram em todo mundo, machucaram
levaram tudo que podiam com ele no comando.

Também em São Paulo, na “comunidade” de Paraísópolis, tem um lugar que o PCC treina os meninos a partir de 10 anos com aulas de tiro, pistola automática e vários tipos de armas. Eles até reclam que são muito pesadas !!!! E está difícil para “mirar”!!!!!. Os arrastões são todo dia, no escadão, e no ladeirão, em frente à Paraisópolis, Pegam ônibus no horário do rush e deixam de atravessado na avenida Giovanni Gronchi. Fazem arrastão em carros, tiram mulheres dos veículos, espancam, levam tudo, atravessam a rua calmamente e vão para Paraísópolis levar as encomendas para os bandidões e recebem novas ordens, dos irmãos. Isto há menos de 1 km do Palácio do Governo.

Realmente, não há o que comentar. Nosso país está afundando… na nossa frente. Não sei o que será disso tudo. Em Pedrinhas, o famoso presídio no Maranhão, os presos votaram com escolta de guerra do exército. Quem forçou a barra para isso foram deputados federais ligados ao PCC. Eles votam em quem o “grande irmão” manda.

Há ou não motivos para parte da população se voltar para os candidatos de “direita”?

festa do peão

Até quando vamos ter de tolerar essas abominações de festa do peão nas cidades do estado “mais desenvolvido” e na “capital do agrobusiness”?

Um touro teve de ser sacrificado. Uma pena.

Um peão se feriu. Pena que tenha sido apenas um ferimento e apenas um peão.

Nada como a “enpreimça” para elevar à altura de divertimento uma reunião de imbecis.

Chega disso!

 

Dinossauros do Oiapoque ao Chuí

Inacreditável!!!!

Na mesma semana dois tiranossauros rex da política brasileira anunciaram que vão retirar-se da política após o término do qüingentésimo mandato, em janeiro de 2015: José Sarney e Pedro Simon, justamente senadores que representam o Amapá – Oiapoque, e o Rio Grande do Sul – Chuí.

Isso mesmo. Brinquem com os bisnetos e os tataranetos!

Já brincaram demais com os brasileiros.

Espero que outras mudanças ocorram ao longo de todo o litoral e do interior do país.

Basta de Suplícios, de Calheiros, e de tantos outros pterodáctilos até mesmo pré-Cabralinos.

Se eles não saem por bem, que decretemos nós o fim do político profissional.

10342451_796701473686906_8112400813415400517_n

biografia

Touradas em Pamplona; rodeios no Brasil

De novo!!! Desta vez em Madri.

Nem vou escrever a respeito –

vou apenas colocar links para atualização ou para memória:

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/05/touros-levam-melhor-e-deixam-tres-toureiros-feridos.html

http://correio.rac.com.br/_conteudo/2014/05/capa/campinas_e_rmc/177050-dez-municipios-da-rmc-mantem-rodeios.html

-=-=-==-

https://boppe.wordpress.com/2009/07/11/touros-em-pamplona/

https://boppe.wordpress.com/2010/07/28/nao-as-touradas-na-catalunha/

https://boppe.wordpress.com/2010/05/22/mais-touros/

Ah, quase deixava de lado: há movimento na Inglaterra para restaurar a caça às raposas.

Acho que em breve, em nome de “tradições”, podemos restaurar a queima de bruxas, o dilaceramento por cavalos, e outros “esportes” da Antigüidade.

No Brasil já teremos até mesmo estádios novos, ou melhor, arenas, para esse tipo de deleite popular.

Gladiadores já há de sobra no espetáculo de lutas cujo nome nunca descobri exatamente qual é, e nem me interessa saber. Sei que tem três letras, UFF, MMI, PQP, ou coisa assim.

Nuvem de tags