Um blogue mal humorado, com aversão ao abominável modismo do "polìticamente correto" (hipòcritamente mal-resolvido). Blogue de um cético convicto, com a própria ortografia.

Posts marcados ‘legislação’

Honorários sem honra

Se este país tivesse o mínimo de responsabilidade, as autoridades fazendárias analisariam a origem dos “honorários” pagos aos advogados criminalistas.

A conseqüência seria não apenas o confisco do dinheiro sujo, mas também o indiciamento do oabista como cúmplice do bandidão.
Maluf, Cabral, Marcola, Beira Mar, …

Afinal de contas, lavagem de dinheiro é crime, mas muitas vezes a lei protege.

Anúncios

imigrantes no México

que ironia…

 

 

 

 

Que fofura…

Logo no primeiro dia do novo calendário para pagamentos de impostos (o chamado ano civil), lemos que:

http://g1.globo.com/politica/noticia/ao-menos-35-candidatos-mais-votados-nao-devem-assumir-prefeituras-no-dia-1.ghtml

 

e somos lembrados que

http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/prefeito-eleito-de-osasco-tera-de-pagar-fianca-de-r-300-mil-na-segunda-feira.ghtml

 

Como diria Hebe Camargo:

eles não mesmo uma gracinha? 

Farol baixo, ou R$ 130,16

A partir do dia 7 de julho é obrigatório o farol baixo (farol, e não farolete / lanterna, e nem farol de neblina) nas rodovias, mesmo durante o dia (como já era obrigatório no Rio Grande do Sul na época em que Anita fugiu com o Garibaldi).

O detran-df já está avisando que vai multar. Multa média = ou R$ 130,16 + 4 pontos.

E atenção:
muitas ruas aqui da cidade são RODOVIAS.

Exemplos:
Eixão
L-4
Indústria e Abastecimento
Aeroporto
Dom Bosco (Lago Sul)

além de outras mais óbvias,
como para o Colorado,
São Sebastião,
Guará,
Taguatinga,

Aí na sua cidade, certamente há ruas por onde você passa que também são rodovias.
Por exemplo: marginais, Raposo, avenida para Itaipu, …

E não venha com a história de que isso é inútil em vias de mão dupla.
Inútil é você que ainda não aprendeu a usar os espelhos na hora de mudar de faixa.
Aí verá como faz diferença o farol baixo – mesmo de dia.

Não custa sair da garagem com luz acesa, e ficar com ela acesa o tempo todo.
É bem mais simples.
Ah, hoje em dia isso não vai estragar a bateria do teu carro – o sistema elétrico já evoluiu muito desde que inventaram as bigas.

Brasil não pode se equiparar à sola do pé do Japão

Escrevi há alguns dias sobre “os atrasadinhos do nEném“, quando reiterei o post mais velho sobre “força de alguns países“.

Hoje encontrei uma matéria em O Globo (que já havia sido publicada há meses no UOL), sobre crianças cuidando da limpeza das escolas no Japão.

Como no país do coitadismo isso não é admissível, sabemos que seremos sempre um país grande (no mapa) e nunca um grande país (na cidadania).

Aproveitem e leiam o post sobre o mangá Na Prisão, para comparar o coitadista sistema penitenciário brasileiro com o japonês.

Você acha que “direitos” são sempre “bons”?  Deveres foram simplesmente esquecidos pelos revanchistas de 1987/1988.

 

Astralha

Li uma notícia de que o governo da Austrália prendeu um cidadão (australiano) que tinha ido à Síria ajudar os “coitadinhos” dos islâmicos.
Para eles não tem chororô.
E vale a regra de: quem quer ser australiano que se comporte como tal.
.
No mesmo dia, recebi uma mensagem de propaganda de vôo para Sydney.
Fui olhar o site de vistos e, surpresa:
Qualquer pessoa, de qualquer lugar do mundo, precisa de visto para entrar lá.
 .
Não é aquela avacalhação de que haitiano, senegalês ou congolês, boliviano ou venezuelano, sírio “refugiado” ou europeu desempregado, podem entrar assim sem mais nem menos, só para viver de favor.
E não fica aquela conversa mole de que turista é importante. Basta ver a situação da Grécia (e do Ceará)…
.
Sabe o que acho interessante:
Igual a um certo paìszão do outro lado do mundo.
.
O que será que deu errado?
Os presos daqui têm mais regalias do que os presos de lá. Deve ser isso. Ninguém cumpre pena – só o Marcos Valério e a mulher que era presitonta de banco.
Até a Jorgina (lembram dela? aquela doINSS) saiu pela porta da frente.
.
“Astrálha” é aqui.
Lá é Austrália.

Su e jeito de relinchar

Além do contra-senso de se colocar placa de proibido estacionar em área reservada para estacionamento,
ainda por cima us dotô num verificô u que tinha sido iscrivinhado.

IMG_20150718_095427125*dê duas vezes clique sobre a imagem para ver os detalhes…

Não posso dizer onde foi que puseram essa aberração. Us dotô vae ficá zangado.

Mas concordam que não é caso de guincho, é caso de relincho ?!

 

Nuvem de tags