Um blogue mal humorado, com aversão ao abominável modismo do "polìticamente correto" (hipòcritamente mal-resolvido). Blogue de um cético convicto, com a própria ortografia.

Posts marcados ‘mentira’

o dia da mentira

21 de abril, o verdadeiro dia da mentira no Brasil.

Dia em que se festeja a morte de um herói mais do que questionável, o Tiradentes.

Dia em que se paga pelo preço da construção de uma cidade nababesca, primeiro rombo dos cofres da Previdência e primeira grande fraude do conluio governo-empreiteiras, com um concurso fraudulento para a escolha do melhor projeto urbanístico.

Dia em que se anunciou a morte de quem foi sem nunca ter sido, a morte de um Tancredo que já havia passado para o outro mundo alguns dias antes do anúncio, golpe político-publicitário premeditado para sensibilizar a população.

21 de abril, dia da mentira, verdadeiro esporte nacional.

Tudo se repete. Mudam personagens, mas cenas se repetem.

 

Anúncios

essa tal felicidade

O Brasil tem a maior taxa de transtorno de ansiedade do mundo
http://brasil.estadao.com.br/noticias/geral,brasil-tem-maior-taxa-de-transtorno-de-ansiedade-do-mundo-diz-oms,70001677247

 

O Brasil é o país mais depressivo da América Latina
http://saude.estadao.com.br/noticias/geral,brasil-e-o-pais-que-mais-sofre-com-depressao-na-america-latina,70001676638

 

Congresso do Brasil é um dos que mais trabalham
http://g1.globo.com/politica/noticia/congresso-do-brasil-e-um-dos-que-mais-trabalham-diz-lobao-em-dia-sem-votacoes.ghtml

 

Funcionários fazem baile de carnaval dentro de fórum
http://cbn.globoradio.globo.com/rio-de-janeiro/2017/02/23/FUNCIONARIOS-FAZEM-BAILE-DE-CARNAVAL-DENTRO-DE-FORUM-NO-RIO.htm

 

O Brasil é um dos 20 países mais felizes do mundo
http://fotos.estadao.com.br/galerias/cidades,onu-os-20-paises-mais-felizes-e-os-20-mais-tristes-do-mundo,24360

 

Pessoas mais inteligentes são mais felizes sozinhas
https://noticias.uol.com.br/ciencia/ultimas-noticias/redacao/2017/02/22/pessoas-inteligentes-sao-mais-felizes-sozinhas-diz-pesquisa.htm#comentarios

 

Resumindo:  o Brasil é um país de mentirosos e as estatísticas são feitas para comprovar aquilo que o pesquisador tinha em mente.

Aproveite o carnaval –  a taxa selic baixou!

 

Uma imagem mente mais do que mil palavras

Falso viral inunda redes sociais.

2014-02-26t130802z-40446429

Pois é, essa foto não é de Alepo e sequer é de 2016

No entanto, a todo instante as pessoas são inundadas com essas falsas informações (deformações), não apenas nas redes sociais, mas também nos principais meios de comunicação do mundo todo.

São freqüentes as fotos de crianças “famintas”, africanas ou asiáticas, organizadas em fila indiana para pedir comida, enquanto sorriem para o fotógrafo.
Ou filmes que mostram criancinhas tremulando bandeiras de seu país, como se isso fosse uma diversão para momentos de guerra.
Esse fotógrafo / câmera, que certamente está pleiteando algum polpudo prêmio de jornalismo, deveria sim ser processado por aliciamento de menores.

Quanta mentira…

No Brasil, uma das mais freqüentes mentiras é a de juntar uma pequena multidão atrás da imagem de repórter que fala de algum incidente ou acidente ou crime, enquanto a “massa ignara” grita, sob o comando de alguém que não aparece na imagem:  “jostissa, queremos jostissa, …” para a televisão.

Como escrevi em outras vezes, uma imagem mente mais do que mil palavras.

 

pontualidade italiana

Os italianos, reconhecidamente um dos povos mais impontuais da galáxia, têm a cara dura de colocar um aviso desses:

IMG-20160103-WA0000

os atrasadinhos do “neném”

Ontem estava com amigos e conhecidos e falámos sobre as reportagens dos atrasadinhos que perderam a prova do ENEM, e puseram a culpa para longe deles.

Minha mãe quis passar primeiro na feira dos importados (o famoso camelódromo).

Só dei uma passadinha na 25 de Março.

Errei de prédio.

Existe uma lei que dá tolerância de 15 minutos para atrasos!

Esqueci a identidade.

Não notei que o título de eleitor não tinha fotografia.

Com todas essas desculpas mais do que esfarrapadas, lembrei de algo que escrevi aqui há alguns anos.

A FORÇA DE ALGUNS PAÍSES.

Uma delas é não tolerar mentiras.
E uma das mentiras mais comuns é a falta de pontualidade.

Ah, e deve ter entre esses candidatos aqueles que são doidinhos para comprar um i-Watch – só para exibir, é claro. Não saberiam para o que serve.

 

 

Direto da bolsa do canguru

Transcrevo mensagem de correio eletrônico que recebi de uma amiga:

Estou em Melbourne até janeiro.
Minha filha mora aqui e vai se casar com um australiano.
A escolha foi dela.
Com o meu apoio, claro.
Veio para cá fazer um curso de inglês e acabou ficando.
Como tudo estava fluindo, fiquei receosa de interromper o fluxo e patrocinei (matrocinei) a faculdade.
Agora ela é advogada aqui.
Muito diferente a cultura do país.
Imagine que mentir é quase pecado.
E que se fala a verdade em geral, mesmo que seja um pouco anti-social.
Nada de cordialidades.
Já escutei cada uma aqui…
Por exemplo, uma vez pedi um favor para uma pessoa conhecida (meio parente) e ele respondeu: I don’t like to be used.
Fiquei com cara de tacho para dizer o mínimo, coloquei a viola no saco e calei a boca.
Depois eu conto outras.

E então, sentiram alguma diferença no comportamento dos australianos com relação aos do Atlântico Sul?
Não se esqueçam de que a Austrália também fica ao sul da linha do equador, e que foi colonizada por presos degredados enviados da Inglaterra.
Há muito tempo, escrevi um post, aqui mesmo, sobre a fôrça de alguns países, e a fraqueza de outros.

De Gaulle

Dizem que o General Charles de Gaulle (1890-1970) proferiu a frase de que o Brasil não era um país sério.

Falso. Durante a “Guerra da Lagosta” (1961-1962), João Goulart destacou considerável contingente da Esquadra e da Força Aérea Brasileira para “supervisionar” a presença de dois navios militares, que faziam parte do destacamento que operava na África Ocidental Francesa, e haviam ido prestar proteção a pescadores franceses nas costas do Atlântico, próximas de Pernambuco.

Do lado francês estavam as naus Tartu e Paul Goffeny. Do lado brasileiro a corveta Ipiranga, o contra-torpedeiro Babitonga, o cruzador Almirante Barroso e o porta-aviões Minas Gerais, além das unidades marítimas, terrestres e aéreas colocadas em estado de alerta.

Quando soube do grau que o conflito de interesses alcançava na outra margem do oceano, de Gaulle espantou-se e disse:

“Brésil? Ça n’est pas sérieux”.

O que ele queria dizer é que não acreditava que o Brasil, um país cordial, fosse tomar uma atitude de agressão a outro país. “Ça n’est pas sérieux.” = isso não é sério.

O embaixador do Brasil em Paris à época repetiu a frase, e pessoas que não entendiam sutilezas da língua de Victor Hugo concluíram que “o Brasil não é um país sério”. Desde então este passou a ser o auto-retrato do gigante adormecido.

 

Nuvem de tags