Um blogue mal humorado, com aversão ao abominável modismo do "polìticamente correto" (hipòcritamente mal-resolvido). Blogue de um cético convicto, com a própria ortografia.

Posts marcados ‘partidos políticos’

partidos políticos

Existe um mito mentiroso disseminado na tupinambalândia, que afirma que nos países desenvolvidos há apenas dois ou três partidos políticos.

Que tal checar as listas da wikipedia em inglês?

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_political_parties_in_Australia

https://en.wikipedia.org/wiki/Political_parties_in_Belgium

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_political_parties_in_Canada

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_political_parties_in_Denmark

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_political_parties_in_France

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_political_parties_in_Germany

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_political_parties_in_Italy

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_political_parties_in_the_Netherlands

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_political_parties_in_New_Zealand

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_political_parties_in_Spain

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_political_parties_in_Switzerland

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_political_parties_in_the_United_Kingdom

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_political_parties_in_the_United_States

E a lista de outros países, próximos ao Brasil, em termos geográficos ou de expressão:

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_political_parties_in_Argentina

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_political_parties_in_Chile

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_political_parties_in_China (partido único, como sabemos)

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_political_parties_in_India

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_political_parties_in_Portugal

https://en.wikipedia.org/wiki/Political_parties_in_Russia

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_political_parties_in_South_Africa

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_political_parties_in_Uruguay

E finalmente a lista de partidos na república centralista do braziu:

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_political_parties_in_Brazil.

Ah, o Brasil tem mais partidos do que os outros países…

Não! A gigantesca diferença é que desde a ditadura de getúlio, só existem partidos “nacionais”. Os partidos regionais que representam boa parte da população nos legislativos locais – ou mesmo nacionais – de outros países, aqui são proibidos.

Por outro lado, no Brasil, o dinheiro público serve para regar os cofres de partidos, que existem apenas para dar ao dono da sigla a grana que é distribuída pela generosidade da demon-cracia.

Fora que na maior parte dos países não se conhece uma aberração chamada “tribunal eleitoral”, que serve de cabide de empregos para tantos “fiscais” e “juízes”.

Precisamos expurgar os nanicos?
Não, só precisamos fazer com que essas siglas parem de mamar nas tetas do governo.

De minha parte, tenho assumido a seguinte regra:

não voto em candidatos de partidos que se digam trabalhistas (ou de trabalhadores), democráticos, sociais (ou socialistas), cristãos (ou de qualquer outra religião), republicanos (ou da república), novo, velho, azul, vermelho, verde, e, sobretudo, laranja.

Esse amontoado de palavras que nada significam não tem minha confiança.

Votaria, talvez, no Partido das Tricoteiras de Monte Sião.
Ou no Partido dos Alfarrabistas do Centor-Oeste.
Essas pessoas pelo menos sabem do que necessitam.

 

 

 

 

Anúncios

lobbies na cf 88

http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,o-emaranhado-de-lobbies-e-interesses-da-carta-de-1988,70001900696

é pouco.

Foi muito pior.

E sofremos até hoje as conseqüências desse golpe da chamada constituição cidadã, da qual os cidadãos nunca participaram nem foram convidados a opinar.

Carta prolixa (pro lixo), de conveniências de sindicatos, políticos, oab, e ongs.

 

Para pessoas com coração forte.

Apenas para pessoas com coração forte.

Altos riscos de enfarte ou AVC, de tanta raiva que vai passar.

Se tiver coragem e saúde, clique nos dois links abaixo:

http://www.tse.jus.br/partidos/partidos-politicos/registrados-no-tse

http://www.tse.jus.br/partidos/partidos-politicos/partido-em-formacao

 

 

A lista da Odebrecht

Recebi a famosa lista com quase 300 nomes dos “homenageados” pela Odebrecht.
Até encontrei o nome do marido de uma ex-colega.

Ouvi comentários do tipo:

Está vendo só? Quase tudo é gente do PT

A pessoa se esquece de que nos últimos muitos anos eles estiveram nu pudê.
Se fosse outro partido, seria os membros desse partido os “contemplados” com as “ofertas” das empreiteiras.
Não venham dizer que “era contribuição para campanha”, pois as “doações” iam para todos, independentemente de ideologia.

Queria ver também as listas da Andrade Gutierrez, a da OAS, a da …  , aquela outra da ….
Deveriam circular.

Mas é muito simples colocar a lista dos políticos (aquelas pessoas filiadas a partidos).
Quero também ver a lista dos “outros”.
A lista de membros do judiciário, do ministério público, dos empresários do jornalismo (aqueles que fazem editoriais de louvação), dos diplomatas, dos servidores da “justiça do trabalho” , dos analistas da Receita.

Só políticos?
Os outros são todos santos?

Na verdade, queria mesmo é ver toda essa gente presa.
Com os bens (e os males) confiscados.

Ou talvez que todos fossem fuzilados – evidentemente que balas de enxofre com alho são mais eficientes para esses personagens.

Ah, sabe qual é a maior novidade, agora?
Muitos e muitos brasileiros terão de escolher outro corrupto de sua preferência,
para pedir os favores a que estão acostumados.

 

 

aquele avião

Aquele avião que caiu em Santos, em agosto de 2014, ainda vai dar muito o que falar. Não bastará  essa etapa da “Operação Turbulência“.

Não são apenas os proprietários que nunca apareciam, mas também as causas que provocam sua queda, e a morte de um dos candidatos a presidente naquele ano.

Como sei que há leitores que querem notícias “concretas”, sugiro que aguarde os acontecimentos. Às vezes é necessário ter um pouco de paciência.
O eco-terrorismo é muito pior do que supõe a vão filosofia.

 

a “democracia” sul-africana

O fato de ter sido rejeitado o pedido de impeachment do presidente “berlusconi” Jacob Zuma, por ter desviado reles US$ 16 milhões para a reforma da casa, deve também evocar um fato:

a África do Sul é uma ditadura, governada desde o fim do apartheid pelo mesmo partido, o Congresso Nacional Africano, que desde 1994 abrigou os quatro presidentes que o país teve (Mandela, Mbeki, o interino Motlanthe e Zuma), detém o controle de dois terços da câmara de deputados e de dois terços do senado do país.

renovação? que é isso…

e a mesma observação vale para a “democrática” Namíbia, onde o SWAPO controla quase 90% do parlamento, desde a independência do país, em 1990;
e também para Botsuana, “exemplo de democracia”, que desde a independência em 1966 sempre foi governada pelo mesmo BDP – Botswana Democratic Party – inclusive o atual presidente é filho do primeiro da lista, e, como costuma ser a regra por lá, era vice do anterior.

Sempre se comenta da ditadura “eletiva” do Robert Mugabe, no Zimbábue, mas as “democracias” da África austral não diferem muito.

Não sei por que, mas onde um partido de “eterniza” a corrupção torna-se endêmica.
A rotatividade sempre faz.
A máquina eleitoral, porém, nem sempre permite a alternância.

as manifestações de 13 de março

Tive de rir quando li a lista de locais escolhidos para as manifestações anti-corrupção-dilma-pt no dia 13 de março.

Águas de Lindóia:  Praça Ademar de Barros – kkkkkk
Recife: os “coxinhas” se reunirão em frente à padaria de Boa Viagem – proposital  ou ato falho?
Londrina: lutará contra o conluio governos-empreiteiras na Avenida JK – santa ingenuidade, Robin.

várias cidades lutarão “pela demo-cracia” na praça Ditador Entulho Vacas.

É para rir ou para chorar?

Brésil? Ça n’est pas sérieux. 

 

Nuvem de tags