Um blogue mal humorado, com aversão ao abominável modismo do "polìticamente correto" (hipòcritamente mal-resolvido). Blogue de um cético convicto, com a própria ortografia.

Posts marcados ‘clima’

ONU?

um desses nababos da ONU disse que é cruel a situação em prisões do Brasil.

snif snif snif snif

O que será que ele tem a dizer da situação dos abusos sexuais que os funcionários da ONU fazem?

Nos primeiros 20 anos, a ONU – e seus organismos especializados – desempenhavam papel na manutenção da paz mundial.
Nos últimos 20 anos, a ONU – e seus penduricalhos – são vergonhosos cabides de empregos, onde “experts” produzem papéis, reuniões e viagens, e deixam tudo pior do que está.

Os escândalos envolvendo o sistema ONU são vários: Ruanda, Iugoslávia, Nigéria, Sudão, …

Já repararam que, desde que a “xineza de king-kong” Margaret Chan assumiu a organização mundial da doença, “nunca antes neste planeta” surgiram tantas explicações mal explicadas, sobre surtos de doenças?

Já repararam que a organização internacional da vagabundagem (OIT) só faz relatórios coitadistas sobre o trabalho?

Já repararam que o comércio internacional funciona APESAR da desorganização mundial sediada em Genebra, com suas rodadas e rolês?

Já repararam que o “clima” tem se mantido apesar de todas as cop’s que fazem?  E lembram que o ex-dono do ipcc é mais um dos acusados de abusos sexuais?

Já repararam que as “crianças” e a “educação” são sempre “prioridades” e sempre são relegadas a trigentésimo-octogésimo-sexto plano?
Os escritórios do unicef e da unesco, em Brasília, já foram cenários de verdadeiras histórias de horror.

Conheci um consultor da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), que serviu no SUDÃO, e desistiu do trabalho, pois o que os colègüinhas gastavam com festas, para não ficarem entediados, daria para alimentar muitas pessoas que passavam fome naquela região em guerra civil.

Foi criada uma casta de “funcionários internacionais” que se julga acima dos reles cidadãos dos países membros.

A desunião européia, comandada por aquela alemoa e pelo francês hollande, apóia um bando de burocratazinhos em Bruxelas que se consideram os juízes do mundo. Eles decidem quem “é gente” e quem “é descartável”. Sírios e afegãos são tratados de formas tão díspares que dá para desconfiar de algo errado nas políticas da “zoropa”. (por uns passa petróleo, por outros não)

E o que podemos falar de nossos organismos regionais (organismos amebas, bactérias, vírus?), como oea, mercosul, unasul, e outras aberrações que servem para defender politicagem esquerdopata?

Por favor, vamos parar de dar crédito a esses aproveitadores que sustentam agências de viagens, e enriquecem as empresas de máquinas fotocopiadoras.

Ah, quanto às cadeias brasileiras, o problema delas é que nóçus polítikus ainda não moram lá, pois lugar de bandido não é no meio da sociedade.
As empreiteiras (e empreiteiros)  deveriam investir mais no próprio conforto.

Anúncios

Era glacial na época do aquecimento bobal

Link para artigo do Rodrigo Constantino:

 

http://veja.abril.com.br/blog/rodrigo-constantino/ambientalismo/agora-alguns-cientistas-ja-falam-em-mini-era-glacial-ai-que-preguica/

 

 

Precessão

Precessão, uma invenção do diabo para contrariar jornalistas, analistas, eco-terroristas, ONGeiros, políticos e seus seguidores.

Cuidado, se alguém chegar perto de você e falar de Milutin Milanković, de paleoclimatologia, e outras coisas do tipo, fuja logo!

Ele está tentando fazer você se informar de que a física dispõe de muito mais informações do que a cultura do terror que grandes empresas, como greenpiss, ww(t)f e outras associações disseminam por aí.

2014 não foi o ano mais quente – talvez apenas o ânus mais quente para esses de-formadores de conhecimento e opinião.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Varia%C3%A7%C3%A3o_orbital

.
.
.
.

Desmatamento na Amazônia e as secas no Sudeste

Para aquelas pessoas todas que fizeram parte da escandalocracia da seca em São Paulo, durante 2014…

Aquelas que fizeram manifestações xamânicas no Tietê e no Piracicaba, e que agora absolvem as corruptas prefeituras que nunca limparam bueiros durante os meses de seca… e os governos estaduais nunca lembraram de desassorear os rios. Afinal de contas, quando voltam as chuvas elas se encarregam de fazer o serviço que os desgovernos preferem não realizar, porque podem sujar as mãozinhas.

Sem contar aqueles “generosos políticos” que, em troca de apoio político, permitem que margens de represas sejam ocupadas por milhares de pessoas que não têm saneamento básico.

A Grande Farsa do Aquecimento Global

A afirmação de que as secas da Região Sudeste estão sendo causadas pelo desmatamento da Amazônia é leviana, não tem base científica, pois não sobrevive a uma análise de dados climáticos, além de ser contrária ao bom senso. A anomalia climática pela qual São Paulo está passando é decorrente da variabilidade natural do clima e já ocorreu, até com intensidade maior, no passado. O gráfico abaixo representa a variação dos desvios de precipitação padronizados para a Estação da Luz, no centro da capital paulista, que tem dados observados de chuva desde 1888. Nesse gráfico, notam-se desvios fortemente negativos em anos como 1933 e 1936, e na década dos anos 1960, como 1963, 1968 e 1969. Séries de precipitação mais curtas, a partir dos anos 1950, também registram as secas da década de 1960 que afetou a Região Sudeste. Ou seja, a Região já esteve submetida a secas severas no passado…

Ver o post original 1.080 mais palavras

Previsão do tempo

Há uns dias, no super-mercado havia um quiosque em que estavam desovando revistas velhas, para tentar conseguir assinantes para a editora.
Recebi um Bobo Rural (que faz oposição ao Urbano Ischpérto), do início deste ano.

Matéria interessantíssima e acertadíssima disse que:
Vem aí El Niño.

blablablablablablabla

Termina:
Vem aí um período chuvoso melhor que nos anos anteriores.

Esqueceram de avisar São Pedro e as represas.

Enquanto isso, os jornais do último fim de semana destacaram o alerta da ONU sobre o aumento da temperatura em 2100.

Se os pseudo-cientistas não conseguiram acertar a previsão do tempo para seis meses, imaginem se podemos acreditar no que eles dizem para daqui a 86 anos!
Sem contar, que nenhum de nós, nem as crianças, estaremos vivos naquele ano, para podermos comprovar ou negar o que os sabichões afirmam.
É só tertúlia flácida para bovino receber a visita de Morfeu.
Ou, nada como inventar catástrofes para vender políticas “alternativas” que mantêm os mesmos nu pudê.
As mesmas pessoas que estão na WWF são grandes sócias de empresas petroleiras e de mineração.
Não esqueçam disso.

Estações meteorológicas

A página da CBN (a rádio que troca notícias), tem um link para informação de que Petrópolis desativou 19 estações meteorológicas, meses antes da chuva.

Mais grave, porém, é que está no livro Aquecimento global: ciência ou religião?, de que a regra, hoje em dia, é que as estações meteorológicas se concentrem em áreas urbanas, verdadeiras ilhas de calor, e que sejam desativadas as estações das áreas rurais.

Lógico que essa distorção vai ao encontro (e não de encontro) ao desejo dos eco-terroristas, de provar que a temperatura do mundo está aumentando;

lógico que essas estações registram dados errados sobre a pluviometeria;

e lógico que essas estações não podem servir de alerta para aumento no volume de água dos rios, já que as nascentes não ficam no meio da cidade.

O livro ainda fala de estações meteorológicas instaladas nos lugares mais errados possíveis, como em postos de gasolina, em que certamente o escapamento dos veículos entrando e saindo provoca aumento de temperatura.

Isso é regra no braziu, nos ischtêites, na roussía, em qualquer lugar:
a mentira da ciência a serviço do obscurantismo.

Azar de quem morre nas tragédias,
pois elas são feitas para garantir dinheiro aos picaretas da ciência e da política.

Ainda o aquecimento global

Realmente nesta virada de ano foram terríveis os efeitos do aquecimento global nos aeroportos do Hemisfério Norte.

Os ongueiros e todos os “especialistas” dos organismos internacionais que sugam dinheiro das contribuições de cada país-membro, depois dos resultados (financeiros) em Copenhague e no México. Uma pena que boa parte deles não saiba a diferença entre tempo e clima.

Esses “especialistas”  também devem estar muito preocupados com a denúncia de possível corrupção no Haiti. Quem sabe eles possam ser desmascarados…

Enquanto isso, nunca antes neste planeta tantos animais tidos como em extinção se reproduziram tanto, e nunca tantas espécies animais e vegetais foram redescobertas depois de  terem desaparecido dos olhos de alguns cientistas.

http://www1.folha.uol.com.br/ciencia/859350-seis-ras-consideradas-desaparecidas-ha-duas-decadas-estao-vivas-no-haiti.shtml

Assim caminha a humanidade… …tão pretensiosa que se arroga a causa de tudo o que acontece na Terra. Até mesmo, quem sabe, o deslocamento dos pólos, os movimentos dessa “bola” perdida no universo, etc.. Humanidade que não passa de uma sarna na epiderme do planeta.

Nuvem de tags