Um blogue mal humorado, com aversão ao abominável modismo do "polìticamente correto" (hipòcritamente mal-resolvido). Blogue de um cético convicto, com a própria ortografia.

Posts marcados ‘futebol’

grandes caloteiros

Nenhuma surpresa ao ver a lista divulgada com a relaçåo dos maiores caloteiros do FGTS, publicada no jornal Gazeta do Povo.

Dela constam as empresas aéreas que quebraram (e outras ainda por quebrar), as demonîacas casas de misericórdia, os clubes de futebol, faculdades particulares, e aquele câncer que corrói as entranhas do país, os chamados municípios.

Esporte, o ópio do povo. Basta ver essas dívidas e a canalhice da construçåo de estádios para a copa do imundo.
Prefeituras, a escola de gângsters que apodrece as demais instituiçøes federativas.
Santas casas de administradores preocupados com o enriquecimento, e a saúde financeira de suas famílias, gerindo as entidades pilantrópicas.
Izkolas que vendem canudos no país dos dotôs.

Realmente, quem me conhece, sabe há quantos anos venho falando dessas máfias…

Interessante é ver que a caixa econômica fedemal patrocina essas entidades såo os grandes caloteiros.

 

Anúncios

Todos Chapecoenses

img-20161129-wa0007Recebi por whatsapp esta mensagem.
A autora que era mencionada, porém, não tem nada sobre o texto em seu perfil de rede social.
Portanto, não me parece que deva receber os créditos.
Fica apenas aí reproduzido o que recebi, logo no início.

Quando um avião cai a gente cai junto. Um avião transporta mais do que vidas, transporta sonhos. É o pai que está indo reencontrar os filhos, é a mãe que está indo buscar o sustento de sua família, são pilotos que planejam estar em casa ao jantar e a aeromoça que leva na bagagem o perfume favorito do namorado.

Quando cai um avião a gente cai junto, pois quantos de nós viram os sonhos começar dentro de um avião. A viagem tão esperada, a assinatura de um contrato, o encontro com alguém que tanto sonhamos estar junto.

Aviões partem rumo a sonhos, e era isso que cabia também neste trágico voo que quase chegou a seu destino. Jogadores que representavam o sonho do menino que quer ser jogador, jogadores que representavam seus familiares, seus torcedores.

Quando um avião cai todos nós caímos juntos. Morrem sonhos, morrem encontros que não vão mais ocorrer, morrem saudades que não vão ser vencidas e que dali por diante vão apenas crescer e se tornar um buraco junto a quem nunca chegou.

Quando um avião cai a dor é compartilhada, pois todos nós somos torcedores, torcemos para quem amamos, torcemos para logo poder dar o abraço, torcemos, pois ninguém sonha sozinho.

Hoje esse humilde time de Santa Catarina tem a maior torcida do mundo, pois quando sonhos despencam do céu a solidariedade é a única camisa que todos vestem, pois essa é a única camisa que nesse momento nos conforta.

Onde você gostaria de ter estado?

No fim de semana, estava à mesa de uma adega conversando com outros freqüentadores conhecidos, e surgiu a conversa “História”.

Onde você gostaria de ter estado, quando ocorreu determinado fato histórico?

 

Não é quem você gostaria de ter sido.

É que cena gostaria de ter presenciado.

Pode ter aconselhado o personagem principal, ou apenas assistido.

Respostas que surgiram à mesa (em ordem cronológica):

  1. com Cleópatra, em seu último dia;
  2. quando Constantino decretou o cristianismo a religião oficial do Império Romano;
  3. com Gêngis Khan;
  4. com a Princesa Isabel, nos dias que antecederam a assinatura da Lei Áurea;
  5. na execução dos Romanofs, em abril de 1918;
  6. com Hitler, naquela reunião com os líderes nazistas, quando se viu que não dava para mais nada – alles war kaput – a cena do filme “A Queda” que foi repetida em um montão de paródias.

 

Repassei a pergunta às pessoas de minha lista de contatos por internet, e também a outras, pessoalmente.

Já pensou que grande fato histórico gostaria de ter assistido, ao vivo ,em cores e com som original?

Como no livro Ao Vivo do Calvário, de Gore Vidal, o personagem principal é um repórter que se transporte no tempo e no espaço, e transmite pela televisão a crucificação de Jesus, essa resposta não seria aceita.

Reproduzo abaixo as muitas respostas obtidas – ordenadas por ordem alfabética.

Com Alexandre Magno (três respostas!) – na Macedônia, saindo para mais uma aventura de conquistador – quando atravessou da  Grécia para a Ásia – quando foi ungido faraó e filho de Amon.

Na arca de Noé.

Na primeira apresentação da Nona Sinfonia de Beethoven.

Nas ruas e cabarés de Paris da Belle Époque (1871-1914). (duas respostas)

Na morte de Bin Laden.

Na decisão sobre o lançamento da bomba atômica sobre Hiroxima e Nagasaki.

Um rital de bruxas antes da Idade Média.

Quando Sidarta Gautama se tornou Buda, o Iluminado.

Na chegada de Colombo às “Índias”, para dizer a ele o erro que tinha cometido.

Nos vestiários e bastidores da final da Copa de 1998.

Na escolha do Brasil para sediar a Copa de 2012.

Na decisão de escolher o Itaquerão como estádio paulista para a Copa de 2012.

No impeachment da Dilma e na prisão de Lula (eu acrescentaria o funeral de Sarney e o de Maluf, já que são desejos).

Andando pelas ruas de Paris, entre 1920 e 1930, ouvindo Django Reinhardt tocando na Gare du Nord.

Na omissão de socorro a Elis Regina.

Quando Francisco de Assis se apresentou ao papa Inocêncio III para apresentar a candidatura para a nova ordem – segundo consta, Francisco de Assis fez isso para não ser acusado de herege – mas queria ver a cara do Papa ao receber aqueles mulambentos!

No suicídio de Getúlio Vargas.

Na Grécia Antiga, convivendo com filósofos e matemáticos.

No Rio de Janeiro, quando da invasão dos franceses, e lutando a favor do domínio francês.

No embarque da família real de Portugal, deixando o povo apavorado ao ver D. João VI fugir e deixar tudo para os invasores, e depois sair correndo para ver a confusão da chegada da corte no Rio de Janeiro.

No assassinato de John Kennedy.

Ao lado de Júlio César, quando ele atravessou o Rubicão e mudou tudo.

Na chegada do homem à Lua. (duas respostas)

No julgamento de Joana d’Arc.

Na queda do Muro de Berlim.

Em Nova York na década de 40.

Nas reuniões do PTrolão.

Na queda de Constantinopla.

Ver Santos Dumont no vôo do 14 Bis.

No envenenamento de Tancredo Neves.

Na execução de Tiradentes.

Na viagem do Titanic.

Na erupção do Vesúvio (ou do Cracatoa).

Em Waterloo.

Como se observa, muita gente se interessa pelos fatos mal esclarecidos.
Ou grandes fatos do mundo das idéias – filosofia, religião, ciências e artes.

Algumas pessoas se inspiraram em respostas já dadas anteirormente e manifestaram outros aspectos de um mesmo tema.

Muitos outros, porém, tiveram preguiça de pensar, e preferiram continuar assistindo BBB,
ou ficaram no eterno papel de Hardy, dos desenhos animados – oh vida, oh azar.

Demora um pouco, mas sempre encontramos uma ou duas respostas sobre o tema.

Quer contribuir?

Preencha aí embaixo o quadro deixe um comentário, em azulzinho, no canto direito do post.

 

 

o arghgentinho do hábito preto e da batina branca

Nunca fui com as fuças do jesuíta arghgentinho que não entende nada de religião, exceto falar as bobagens que ele ouviu falar du cumpañero chê sobre “éguadade çossiáu, pois jizuis tinha lido marx” (acho que era márquez).

Papa é o teólogo alemão, que foi deposto pela comunalha de batina.
Se você não lembra, o polaco consultava o alemão em tudo o que se referia a teologia, pois o alemão (que ainda está vivo) É o maior teólogo cristão contemporâneo.Nem é boff nem beto, ouso decepcionar você, xikitito.

Mas o arghgentinho está conseguindo se superar.
Primeiro veio dizer que tem de bater em que diz alguma coisa com que você não concorda. Diálogo é coisa para dilmistas adeptos do califado. Onde já se viu alguém tolerar a liberdade de expressão, né mesmo xikitito? Tem mais é de matar e atirar bombas, esbofetear o rosto do assessor, vos estás cierto.

Agora ele veio dizer que os católico não devem se reproduzir feito sei lá que tipo de animais; coelho, cachorro, rato, piolho, sei lá o que ele disse.
O padreco nem mesmo conhece a História da Irlanda, ‘tadinho…
Se você não sabe, xikitito, a igreja católica estimulava a procriação de irlandeses feito ratazanas, em lugares imundos e infectos, e isso provocou a morte de mais de um milhão de irlandeses – fora os que foram virar mendigos (e depois políticos) nos Estados Unidos. A culpa não era SÓ da batata doente, mas sobretudo do excesso de gente que não servia para nada, exceto seguir as ordens da igreja católica que não gostava das regras vindas do parlamento britânico. Tudo para “afrontar” os que tinham outra igreja.
Pode checar, xikitito, há dúzias de filmes e livros que retratam esse período.

Bem, mas como disse um amigo,
o que se pode esperar de um torcedor do San Lorenzo?
nada, apenas violência dentro e fora dos estádios…
=
xikitito é apenas o anti-cristo com a roupa preta embaixo da branca.
Qualquer hora dessas ainda vai mandar bordar o retrato do homem de boina com charuto no solidéu.
tudo sempre fica pior do que estava antes…
saudades dos tempos do Marquês de Pombal

 

manchetes de 9 de novembro

Gorbatchev diz que mundo está à beira de nova Guerra Fria
ainda bem
bons tempos
havia um pouco de ordem neste mundo bêsta

 

Queda pacífica do Muro de Berlim foi um milagre, diz Merkel
é mesmo?
você, uma alemos oriental, que expandiu o Lebensraum (espaço vital) nazista para o Leste da Europa, deve estar muito feliz com suas realizações

 

Em novo sinal de fragilidade na China, crescimento comercial desacelera em outubro
claro, crescimento medido em percentuais um dia começa a diminuir o fluxo
passar de 1 para 2 é fácil, difícil é passar de 20 para 21

 

Comissão da Libéria pede compensação por tiroteio contra área em quarentena pelo ébola
comissão na Libéria tem apenas um significado: cobrança de dinheiro sujo

 

Anistia Internacional pede liberdade de ativistas pró-Hong Kong antes de encontro da APEC
ué, quem disse que devolver Hong Kong para a China ia dar certo?

 

Müller faz três gola e Bayern abre sete pontos na liderança do Campeonato Alemão
7, lembra bem? 7
só não foram mais porque a dona Fifa pediu para os meninos não se exaltarem

 

Aos 46 anos, fulaninha está grávida do segundo filho
hoje em dia, as mulheres começam a vida sexual aos 12, mas só começam a ter filhos depois dos 40 depois reclamam que a natureza precisa de “reparos”

 

Receita com exportação de café em outubro aumenta 38,7%
que bom
quem sabe tenhamos outros produtos, além da soja e do minério de ferro, para exportar
talvez o café e a cana-de-açúcar virem riquezas deste país

 

 

Futebol

Encontrei, por acaso, esse mapa com a distribuição dos times de futebol na Europa.ClubMap

Curioso, não?
Na Bélgica não se torce por times da Itália,
quem é de Valência não torce pelo Barcelona.

No Brasil, graças à economia que a televisão consegue com as transmissões, a principal torcida do Piauí é o Flamengo,
Goiás está cheio de palmeirenses (no meu tempo de paulistano se dizia palmeirista),
há muitos corintianos no Mato Grosso,
todos criados pela influência televisiva sobre mentes novas em branco, com a política “de votar no candidato que está na frente”.

e a enpreimça ainda é contra os campeonatos estaduais,
onde se dão as verdadeiras torcidas, e as verdadeiras rivalidades. –
Ou você se interessa por um copa com jogos entre Londrina e Sport Recife?

Guarani vs. Ponte Preta,
Comercial vs. Botafogo (Ribeirão Preto),
Madureira vs. Bangu (ou Bonsucesso) perderam a vez…

Só mesmo a valorosa torcida do Vila Nova (GO) ainda vai aos estádios, mesmo com o time na 25a. divisão
(diria o mesmo para os 3 torcedores do América MG que já conheci).

comparações entre dois países

Inflação anual: (ref. jul/2014)
– Alemanha: 0,80% a.a. – (maior registrada: 11,54%)
– Brasil: 6,50% a.a. – (maior registrada: 6.821,31%)

Inflação de alimentos: (2014)
– Alemanha: zero%
– Brasil: 7,69%

PIB: (2013)
– Alemanha: 3634,82 bilhões de dólares (80 milhões de habitantes)
– Brasil: 2245,67 bilhões de dólares (201 milhões de habitantes)

taxa de crescimento do PIB (março 2014)
– Alemanha: 0,80%
– Brasil: 0,20%

PIB per capita (dezembro 2013)
– Alemanha: 38.291,62 dólares
– Brasil: 5.823,04 dólares

imposto previdenciário pago pelo empregador (percentagem do salário):
– Alemanha: 19,28% (janeiro 2013)
– Brasil: 28,80% (janeiro 2014)

balança comercial (milhões de dólares):
– Alemanha: 16.500,00 (junho 2014)
– Brasil: 1.575,00 (julho 2014)

taxa de juros:
– Alemanha: 0,15% (agosto 2014)
– Brasil: 11,00% (julho 2014)

prêmios Nobel:
– Alemanha: 103
– Brasil: zero

image001

 

Acrescentaria ainda um detalhe:

o fato de o primeiro povo ser pontual e preocupar-se com os compromissos assumidos, enquanto o segundo, além de não saber a utilidade de agenda e relógios, tem matéria fecal na caixa craniana. Esse aí ainda tem a característica de debochar de que não é “tão ischpérto”.

Nuvem de tags